Hepatites virais: saiba como se prevenir das doenças

Hoje é celebrado o Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais; data é voltada para conscientizar a sociedade sobre as doenças

Hepatites virais: saiba como se prevenir das doenças
Testes são ofertados nas unidades de saúde em Boa Vista – Foto: Divulgação/Prefeitura de Boa Vista

Hoje é celebrado o Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais. A data é voltada para conscientizar a sociedade sobre as doenças. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) instituiu o dia no ano de 2010. No Brasil, o dia só ganhou reconhecimento em 2019, através da Lei 13.802, que criou o Julho Amarelo. 

Com isso, durante o mês, os estados fazem ações de enfrentamento às hepatites. Em Boa Vista, a prefeitura reforça durante o mês os cuidados e serviços na rede pública de saúde. 

De acordo com a prefeitura, Boa Vista registrou 81 casos de hepatites virais no ano passado. Desse total, o vírus B infectou 67 pessoas, o vírus C em 11 pessoas, duas pelo vírus A, e uma pelo vírus A+B.

Já nos primeiros semestres deste ano, o município já registra 38 casos. O maior número de infectados é pelo vírus B, com 37 casos, em seguida um caso pelo vírus A. 

Prevenção

Uma das formas de prevenção mais eficaz contra as hepatites é usar o preservativo nas relações sexuais, bem como não compartilhar:

  • lâminas de barbear;
  • materiais de depilação;
  • escovas de dente;
  • objetos de manicure e pedicure;
  • materiais de tatuagem e piercings.

A vacinação também é uma forma de se proteger. Contra a hepatite B a dose pode ser aplicada independente da idade. Todos os postos de saúde de Boa Vista ofertam a vacina. Portanto, dá para se prevenir.

“Caso a pessoa não seja vacinada ou não tenha feito as três doses da vacina, procure uma unidade e complete o esquema”, explica a coordenadora municipal de ISTs/Aids, Yolanda Pino.

A testagem das mulheres grávidas ou com intenção de engravidar também é fundamental para evitar a transmissão da mãe para o bebê. 

A Hepatite B não tem cura, mas há vacina contra a infecção. Já para a hepatite C ainda não tem uma vacina eficaz. Contudo, existem remédios para o tratamento.

Detecção precoce

As doenças causadas pelos vírus das hepatites B ou C frequentemente se tornam crônicas, e nem sempre apresentam sintomas. Por isso, muitas pessoas não sabem que estão infectadas.

Com isso, a doença evolui por décadas, pode afetar o fígado, causar fibrose avançada ou cirrose, levar ao câncer e à necessidade de transplante do órgão.

Atualmente, as unidades de saúde, exceto as que atendem casos exclusivos da Covid-19, têm testes rápidos para detectar o quanto antes as hepatites virais.

Além disso, a entrega de preservativos masculinos e femininos nas unidades de Boa Vista é outra medida de proteção. Os preservativos são gratuitos para a população.

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x