Sem material para curativos no Hospital das Clínicas em RR, familiares de idoso denunciam que precisam comprar gazes e esparadrapo para tratamento do paciente

Idoso é diabético e a doença gerou uma ferida no pé direito. De acordo com a denúncia, enfermeiros chegaram a usar uma fita gomada

Sem material para curativos no Hospital das Clínicas em RR, familiares de idoso denunciam que precisam comprar gazes e esparadrapo para tratamento do paciente
Hospital das Clínicas tem sido alvo de inúmeras denúncias – Divulgação

Familiares do idoso, Francisco Sebastião, que está internado há duas semanas no Hospital das Clínicas, denunciaram falta de gazes e esparadrapos na unidade. Por conta da situação, eles estão gastando o próprio dinheiro para comprar os itens.

De acordo com a filha de Francisco, que não quis se identificar, ele é diabético e a doença gerou uma ferida no pé direito. Para conseguir tratar a ferida, o paciente precisa tomar antibióticos, mas a falta de esparadrapo na unidade dificulta o cuidado.

“Está faltando esparadrapo. Ele está com uma ferida muito grande e essa ferida virou uma infecção. Meu pai não está conseguindo nem ficar com o acesso no braço porque não tem esparadrapo. Os enfermeiros tentaram se virar usando uma fita gomada, só que o acesso não segura. Esse é um dos problemas, sem citar as baratas que andam por lá”, disse.

A falta do esparadrapo e até de gazes deixa a família desamparada. Para resolver a situação, eles tiram dinheiro do próprio bolso para a comprar materiais básicos.

“Essa questão do esparadrapo, não tinha para colocar no braço dele. A gente precisou comprar o material, porque ele tinha que tomar essa medicação. Ele nem se machucou, foi um calo que acabou virando uma ferida. Ele está internado devido à diabete e também dos curativos que tem que ficar sendo feito. Essa ferida que ele tem é muito grande, no pé”, relatou.

Por fim, em busca de melhorar a saúde do pai, a família pede para resolverem a situação. “O apelo que faço é que olhem pelo menos para o básico. Sem contar com as baratas que ficam andando. Tem a higienização, mas não tem a dedetização?”, questionou.

O que diz a Sesau sobre a denúncia da família

Por meio de nota a Secretaria de Saúde (Sesau) negou a denúncia de falta de esparadrapo no Hospital das Clínicas e que os materiais foram abastecidos na semana passada.

A Sesau destacou ainda que todas as dependências do hospital passaram por serviço de dedetização há cerca de 10 dias. Por fim, solicitou que a denunciante formalize uma reclamação na Ouvidoria da unidade para que adotem novas medidas.

Fonte: Rádio 93 FM

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x