Promotor de RR integra Grupo de Trabalho que acompanhará investigações dos assassinatos de Bruno Pereira e Dom Philips

André Pereira é membro colaborador do Grupo de Trabalho de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas e de Comunidades Tradicionais do CNMP

Promotor de RR integra Grupo de Trabalho que acompanhará investigações dos assassinatos de Bruno Pereira e Dom Philips
Promotor André Pereira do MP de Roraima – Foto: Ascom/MPRR

O Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), procurador-geral da República Augusto Aras, instituiu na tarde desta terça-feira (21), o Grupo de Trabalho Especial (GTE) para acompanhamento das investigações dos homicídios do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista Dom Philips, ocorridos em junho de 2022, nas proximidades da Terra Indígena Vale do Javari, no estado do Amazonas.

O objetivo do Grupo de Trabalho é acompanhar as apurações em apoio às autoridades policiais e ao Ministério Público brasileiro.

O GTE é composto por dois promotores de justiça, sendo um deles André Paulo dos Santos Pereira, membro do Ministério Público de Roraima (MPRR), além de um Procurador da República, bem como um Juiz Federal. 

O Promotor André Pereira é membro colaborador do Grupo de Trabalho de Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas e de Comunidades Tradicionais do CNMP.

Além disso, ele integra o Grupo de Atuação Especial de Minorias e Direitos Humanos do MPRR. Ele também é doutorando em Direito e Sociologia pela Universidade Federal Fluminense, com pesquisa relacionada a direitos indígenas. 

“Trata-se de um crime bárbaro que chocou o país e o mundo e exige respostas. Portanto, o foco desse Grupo de Trabalho Especial é acompanhar as investigações e o esclarecimento dos fatos”, destacou o promotor.

Fonte: Da Redação 

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x