Servidor estadual sem vacina contra Covid-19 pode ficar sem salário

Não apresentação da carteira de vacinação implicará na irregularidade da situação cadastral do servidor

Servidor estadual sem vacina contra Covid-19 pode ficar sem salário
Governo afirmou que a determinação considera decisões do STF de que autoridades poderão adotar medidas de vacinação compulsória – Foto: Arquivo/Roraima em Tempo

Servidor estadual que não comprovar vacina contra a Covid-19 poderá ficar sem salário com a suspensão do pagamento e corte da frequência. Governo decretou a medida nesta terça-feira (17).

Conforme o decreto, a não apresentação da carteira de vacinação implicará na irregularidade e no acompanhamento dos servidores imunizados.

O documento esclarece que os dirigentes dos órgãos ficarão responsáveis pela adoção das medidas para cumprimento do decreto por cada servidor.

A determinação considera decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), de que autoridades poderão adotar medidas de vacinação compulsória.

Além disso, o Executivo estadual pondera o fato de os servidores que estavam em home office já retornaram às atividades presenciais.

A medida também leva em consideração que a vacina é o meio mais eficaz para combater a propagação do vírus. Conforme o texto, elas diminuem as chances de infecção, assim como a gravidade da doença.

Os dados dos últimos boletins, assim como as recomendações da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS) contaram para a tomada da decisão.

Casos da doença

No boletim divulgado hoje pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) Roraima aparece como o estado do país com maior incidência de casos de Covid-19 a cada 100 mil habitantes.

De acordo com a Pasta, nessa segunda-feira (16), 122 mil casos de Covid-19 haviam sido registrados em Roraima. Além disso, o estado chegou a 1.920 mortes em decorrência da doença.

Vacinados

Conforme dados do Vacinômetro, Roraima recebeu 563.318 doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, 563.318 foram aplicadas, sendo 358.318 da primeira dose, enquanto 193.907 são da segunda. Outras 10.500 são dose única.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x