Adolescente suspeito de tentar matar namorada em ‘tribunal do crime’ é detido

Depois de levar 20 facadas, no domingo (26), a vítima conseguiu escapar do assassinato

Adolescente suspeito de tentar matar namorada em ‘tribunal do crime’ é detido
Vítima levou 20 facadas e foi abandonada em matagal – Foto: Divulgação/PCRR

A Polícia Civil de Roraima (PCRR) apreendeu nesta quinta-feira (30) um adolescente, de 17 anos, suspeito de participar do “tribunal do crime” que tentou assassinar uma jovem, de 18 anos.

Conforme a Civil, o suspeito era namorado da vítima e é apontado como um dos principais autores do crime.  

Depois de levar 20 facadas, no domingo (26), a vítima conseguiu escapar do “tribunal”. De acordo com a Civil, ela atravessou um igarapé entre os bairros Araceli, Centenário e São Bento, e pediu socorro em uma casa da região.

Na terça-feira (27), a Civil prendeu dois homens também suspeitos por participarem do crime. A PCRR autuou a dupla por sequestro em cárcere privado, tortura e tentativa de homicídio qualificado.

Durante depoimento, o adolescente confessou a participação no crime. Além disso, ele revelou que também participou de um homicídio no município de Rorainópolis, no ano de 2020.

Tribunal do crime

A investigação aponta que a vítima namorava o adolescente e os dois moravam juntos em Boa Vista. Segundo a Civil, a jovem chegou a comentar com os amigos do namorado que conhecia integrantes de uma facção rival que moram em Manaus.

Depois disto, os amigos do adolescente, e que integram uma facção em Roraima, fizeram uma reunião em que decidiram matar a jovem. Além disso, o companheiro dela deveria ser uma das pessoas a cometer o crime.

Nesse sentido, antes de ser esfaqueada, os suspeitos a sequestraram, torturaram e estupraram. Além disso, a vítima passou por três cativeiros.

Em seguida, o adolescente e outros comparsas, integrantes da facção, levaram a jovem até um matagal, onde a esfaquearam e a abandonaram.

Investigações

Conforme a Civil, desde segunda-feira, os agentes têm o prazo de dez dias para relatar o procedimento e encaminhá-lo à Justiça. Neste período, as investigações continuam em andamento para localizar mais três pessoas que também participaram do crime.

Fonte: Da Redação

Veja também

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x