Idoso que aguarda na fila do TFD há um ano pede doações para realizar cirurgia em Goiânia

Ananias explicou que vai na Sesau com o documento a cada 15 dias, mas não consegue o TFD

Idoso que aguarda na fila do TFD há um ano pede doações para realizar cirurgia em Goiânia
Idoso recebeu documento para solicitar TFD na Sesau

O operador de máquinas pesadas, Ananias Alves Lima, de 61 anos, aguarda há um ano por uma cirurgia nos olhos por meio do Tratamento Fora de Domicilio (TFD). O idoso conta que o procedimento só pode ser feito em outro estado, contudo não há vagas. Por isso, ele decidiu iniciar uma campanha de doações para fazer pela rede particular, em Goiânia.

Ananias fala à reportagem que por conta do tempo na espera pela cirurgia, o quadro clínico piorou. O homem ficou com baixa visão em 2020, agora ele tem dificuldades para reconhecer as pessoas e andar.

“Quando eu estava trabalhando minha visão apagou, como você corta um farol de um carro. Fiquei umas duas horas sem enxergar, depois voltou. Só que ela [a visão] voltou pouca. Agora só consigo atravessar a rua com ajuda”, comenta.

Ainda de acordo com ele, a situação é difícil pois não conseguiu se aposentar e nem a pensão do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Com isso, ele vive de favor na casa de um amigo.

“Eu não tenho quem me ajude, meus filhos são menores de idade, também não têm condição nenhuma. Para comer é um Deus nos acuda. Eu me viro tentando ajudar os amigos e eles me dão um prato de comida, mas é complicado”, relata.

Ele diz ainda que quando procura a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), responsável pelo TFD, a pasta informa que é preciso continuar aguardando. Goiânia e Ceará são os únicos estados que realizam a cirurgia.

“O médico me deu esse papel [encaminhamento] para viajar, mas nunca consegui. Eu vou lá na Sesau de quinze em quinze dias e eles não dão nenhum retorno, sempre dizem para ter paciência porque ainda não tem vaga. Fico aguardando a resposta de Goiânia e nunca tem a solução. Enquanto isso o problema vai piorando”, relata.

Doações

Devido ao tempo de espera, ele decidiu que quer fazer a cirurgia pela rede particular de Goiânia. No entanto, só a cirurgia custa em torno de R$ 15 mil reais.

Por conta disso, ele iniciou a campanha de doação para custear o tratamento. Quem deseja contribuir com Ananias, pode doar através do Pix 235.698.082-20. Para saber mais basta entrar em contato com o telefone: (95) 99148-7343

Citada

O Roraima em Tempo procurou a Sesau para se posicionar sobre o caso, porém até o encerramento da reportagem a pasta não se pronunciou.

Por Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x