Operação Catrimani II destrói 11 pistas de pouso usadas para o garimpo ilegal no interior de Roraima

Equipes fizeram, a cada 100 metros de pista, diversas valas com profundidades de até 2m, e deixaram o local inutilizado, impedindo assim que qualquer aeronave realize pouso

Operação Catrimani II destrói 11 pistas de pouso usadas para o garimpo ilegal no interior de Roraima
Operação Catrimani II – Foto: Comando Operacional Conjunto Catrimani

Operação Catrimani II destruiu 11 pistas de pouso entre os dias 3 e 7 de julho, na região de Campos Novos, em Roraima. Os locais eram usados na logística do garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami (TIY).

O objetivo da operação é oprimir a logística do garimpo ilegal e coibir os crimes ambientais na TIY. De acordo com o relatório, os militares e os agentes envolvidos enfrentaram dificuldade de acesso às localidades, assim como alagamento de estrada, clima chuvoso, dentre outras adversidades.

Ao todo, utilizaram quatro viaturas de grande porte, assim como uma escavadeira, que auxiliou na demolição das pistas. A equipes fizeram, a cada 100 metros de pista, diversas valas com profundidades de até 2m. Ou seja, os militares deixaram o local inutilizado, impedindo assim que qualquer aeronave realize pouso nos locais.

Foto: Comando Operacional Conjunto Catrimani 

Comando conjunto Catrimani II

A Operação Catrimani II é uma ação conjunta entre órgãos de Segurança Pública, Agências e Forças Armadas, em coordenação com a Casa de Governo de Roraima, no emprego, temporário e episódico, de meios na TIY, em cumprimento à Portaria GM-MD N° 1511, de 26 de março de 2024, que visa agir de modo preventivo e repressivo contra o garimpo ilegal, os ilícitos transfronteiriços e os crimes ambientais.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x