Governador Antonio Denarium é acusado de agiotagem em Roraima

Caso foi enviado ao STJ devido ao governador ter foro privilegiado

Governador Antonio Denarium é acusado de agiotagem em Roraima
Antonio Denarium, governador de Roraima – Foto: Reprodução/Facebook/Antonio Denarium

O governador Antonio Denarium (PP) foi acusado de agiotagem. A notícia-crime foi apresentada junto ao Ministério Público do Estado (MPRR) pelo madeireiro Bruno Queiroz no ano passado.

A Veja publicou reportagem sobre o assunto neste domingo (22).

Conforme informações da reportagem, a empresa do governador atua ilegalmente como uma agência de empréstimo bancário, fazendo agiotagem e cobrando juros acima do praticado pelos bancos.

Além disso, são ainda citados mais de 100 processos de execução de títulos , incluindo processos de cobrança de dívidas de pessoas físicas.

De acordo com o advogado Francisco Salismar, a empresa de Denarium envolve agiotagem e factoring.

“A empresa dele é uma mistura de agiotagem com factoring. O que ele faz é emprestar dinheiro”

Irregularidades

O promotor Andre Paulo dos Santos Pereira analisou a notícia-crime e encontrou indícios de irregularidades nos negócios financeiros do govenador, conduta que teria ligação com a função pública. O promotor recomendou então que o assunto fosse encaminhado para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), já que o governador tem foro privilegiado.

Defesa

Denarium atribuiu as acusações a adversários políticos que, conforme ele, estariam interessados em atrapalhar sua campanha.

Em 2010, quando concorreu ao cargo de suplente de senador, o governador declarou um patrimônio pessoal de 2,4 milhões junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Já em 2018, quando disputou o cargo de governador, seus bens já somavam R$ 15 milhões.

Com informações da Veja*

1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x