Assembleia deve votar criação de nova Secretaria nesta terça-feira (6)

Nova Pasta terá 113 comissionados e o impacto é de R$ 2,2 milhões a mais no orçamento do Estado; enquanto isso, policiais penais acampam na frente do Palácio pedindo nomeação

Assembleia deve votar criação de nova Secretaria nesta terça-feira (6)
Assembleia Legislativa de Roraima- Foto: Divulgação

Nova Secretaria

Está na pauta do dia a votação da criação de mais uma nova Secretaria na estrutura do Governo de Roraima. A Secretaria de Estado de Licitação e Contratação (SELC). Antes a pasta era denominada de Comissão Permanente de Licitação (CPL). A CPL  dispõe de 31 cargos. Todos comissionados. Entretanto, com a mudança, o Governo cria mais 113 novos cargos comissionados. O impacto é de R$ 2,2 milhões a mais no orçamento do Estado. A coluna questionou se o Estado pretende realizar concurso público para a Pasta. A resposta foi o silêncio.

Dinheiro tem…

Enquanto isso, o governador Antonio Denarium se nega a nomear os policiais penais que já fizeram o concurso e o curso de formação. Estão preparados e o Governo já teve gasto com eles. A desculpa é de que não há dinheiro no orçamento. No Governo Denarium só há vaga para comissionados, o famoso voto de cabresto. Concursado escolhe em quem vota. Comissionado tem que votar em Denarium para manter o emprego.

Ponte 1

Uma ponte de madeira desabou no último domingo (4), sobre o igarapé Cuacua, no município de Normandia. Um caminhão que transportava materiais de construção caiu. O motorista, que é um comerciante local, teve um prejuízo de R$ 100 mil. Ele e o ajudante, pelo menos, saíram ilesos. Mas fica a revolta. Por conta de uma ponte mal cuidada e sem manutenção, o homem perdeu toda a sua mercadoria. Enquanto isso, o prefeito Raposo se limitou a dizer que fez diversas “advertências” de que a ponte não suportava veículos mais pesados e que, agora, a região passará por um momento difícil. O Governo do Estado, que conduz a obra de manutenção da estada, onde fica a ponte que caiu, afirmou que já acionou a empresa responsável para fazer levantamento do que será necessário para iniciar o trabalho de reconstrução. Tarde demais. O prejuízo de R$ 100 mil, que poderia ter sido evitado, infelizmente não foi.

Ponte 2

Com toda a repercussão do desabamento da ponte do igarapé Cuacua, um morador do município de Alto Alegre fez um apelo. Ele, que preferiu não se identificar, pediu para que o governador Antonio Denarium e o vice, que também é secretário de Infraestrutura, fizessem a manutenção da ponte do igarapé Grande. O denunciante afirmou que o negócio está tão feio, que pode acontecer um acidente a qualquer momento. Através do vídeo, é possível ver que a estrutura está precária, com madeiras soltas e fendas imensas. Dessa vez, o Estado apenas respondeu que qualquer serviço de recuperação de pontes e estradas dependem diretamente da condição climática.

Maternidade

Tudo que é ruim pode piorar! A secretária de Saúde, Cecília Lorezon ignorou várias denúncias relacionadas à maternidade de lona que funciona de forma precária no estado. Ao afirmar que a estrutura atual é melhor que o prédio antigo da maternidade, ela destaca que a opção mais viável para as gestantes é estar internada em um local que alaga quando chove, que não tem medicamento, têm filas enormes para atendimento e onde morrem vários bebês e mães.

Sem melhorias

Denarium está há mais de 4 anos no poder e não há nenhuma melhoria na saúde! Uma das justificativas de Cecília Lorezon para a situação da maternidade é que a culpa vem dos governos anteriores. No entanto, tempo é o que não faltou para o governo de Roraima salvar a saúde do estado. Por que deram um prazo de 5 meses para a obra da maternidade se não iam conseguir cumprir? O resultado está estampado para a sociedade, mais de 2 anos com estruturas precárias.

Foge de explicações na esfera federal

Fugir das responsabilidades é a prioridade da secretária. Talvez os planos de Cecília Lorezon sejam fugir mais 4 anos das suas obrigações com a sociedade roraimense. Além disso, até de audiências públicas sobre a maternidade, a secretária foge. A Câmara dos Deputados, em Brasília, convidou a mesma para reunião, mas como esperado, ela não compareceu. Deu a mesma importância que dá à maternidade de lona.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x