Aumento de 17% para 20% na cobrança do ICMS pelo Governo de Roraima já está valendo

O contribuinte roraimense bem que gostaria que fosse mentira, mas é verdade; agora todos vão pagar mais caro pela internet, energia elétrica, gasolina e outros produtos

Aumento de 17% para 20% na cobrança do ICMS pelo Governo de Roraima já está valendo
Antonio Denarium – Foto: Reprodução/Redes Sociais

ICMS em RR agora é de 20%

Desde o dia 1º de abril que os roraimenses passaram a pagar 3% a mais de impostos. Bem que poderia ser mentira, mas não é. A medida imposta pelo Governo de Roraima começou a valer no último sábado. Então os moradores desse Estado vão pagar mais caro pela internet, gasolina, gás, energia elétrica, entre outros produtos. Anteriormente, o Governo de Roraima cobrava 17% de impostos sobre esses produtos. Agora cobra 20%. Só lembrando que esses 3% a mais saem do bolso daqueles pacientes internados em cadeiras no HGR, assim como dos pais de alunos que não conseguem nem sequer comprar a farda das escolas militares, item esse que é obrigatório para eles estudarem.

Em cadeiras

O governador Antonio Denarium já está em seu 5º ano de gestão em Roraima. E as reclamações nos hospitais são as mesmas de sempre. Falta leito, remédio, insumos para cirurgias, assim como profissionais para atender aos pacientes. Ontem, por exemplo, muitas foram as denúncias de pacientes internados em cadeiras no HGR. Uma idosa de 78 anos deu entrada na unidade com pneumonia e 30% dos pulmões comprometidos. No entanto, ela não recebeu um tratamento digno de sua idade e condição de saúde. Isso porque não havia vaga em leitos. Mas por que o Governo não investe em novos leitos no HGR? Falta de dinheiro não é, pois, somente para terceirizar a gestão do HGR, o governador abriu os cofres do Estado para gastar R$ 430 milhões. Esse dinheiro bem que poderia ser usado para propiciar conforto e dignidade aos pacientes que votaram em Denarium.

Hiran é medico e não faz nada

O agora senador Hiran Gonçalves é médico. Porém, nem assim ele põe a mão na consciência para cobrar solução na governador. Ele tem a esposa e o filho nomeados no 1º escalão do Governo. Ela ganha R$ 29 mil de salário, enquanto Hiranzinho ganha R$ 24 mil. Ou seja, somente eles dois custam quase R$ 50 mil por mês aos cofres do Estado. E dinheiro esse que sai de impostos pagos pelos próprios pacientes que ficam internados em cadeiras no HGR.

Ninguém liga

Ainda sobre a questão de falta de leitos, é importante lembrar que temos mais dois senadores em Roraima que também não se pronunciam sobre esses descaso nos hospitais de Roraima. Chico Rodrigues, assim como Mecias de Jesus, estão mais preocupados com assuntos onde rola muito dinheiro. O garimpo ilegal, por exemplo. Enquanto pacientes agonizam por falta de muitas coisas, principalmente no HGR e na Maternidade, os senadores se dedicam apenas à retirada de garimpeiros ilegais da Terra Yanomami, pois estavam lá extraindo ouro e cassiterita de forma ilegal.

Para contratos milionários não falta dinheiro na Sesau

Na Sesau pode faltar dinheiro para ofertar os serviços aos pacientes, mas para contratos milionário não falta e nem  nunca faltou. No dia 29 de março, por exemplo, a Secretaria lançou um aviso de licitação para contratar empresa para informatizar e gerenciar e informatizar os sistemas da Sesau. Para isso, a secretária Cecília Lorezon vai tirar dos cofres do Governo a bagatela de R$ 32 milhões. Aí quando uma paciente entra em desespero porque não tem médico suficiente para fazer parto na Maternidade, Cecília diz que a paciente “se presta a dar show”.

“Dar show”

Mas show mesmo quem dá é Cecília. Pois, com o conhecimento jurídico e a experiência em licitação que tem, ela dá show nos órgãos fiscalizadores de Roraima. Até licitação para contratar empresa de eventos para a Sesau durante a campanha do ano passado ela abriu. E até agora nenhum órgão fez nada. Tratou paciente em trabalho de parto de forma desumana e ninguém fez nada. Roraima tem cinco deputadas e nenhuma se posicionou em defesa das mulheres vítimas da má gestão na maternidade. Cecília lança chamamento público repleto de irregularidades, desobedece as orientações da Procuradoria e da Controladoria, humilha os auditores em documentos assinados por ela própria. E ninguém faz nada. Na verdade, é Cecília quem dá show em Roraima.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x