Denarium: o criador de comissionados de Roraima já virou marca

A marca do governo de Denarium deixou de ser o governador do agronegócio para ser o governador dos cargos comissionados

Denarium: o criador de comissionados de Roraima já virou marca
O governador de Roraima, Antonio Denarium (PP) – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Comissionados

O governador dos comissionados de Roraima, Antonio Denarium, está fechando o ano envolvido em polêmicas mais que desagradáveis. Protestos de aprovados da PMRR e da Polícia Penal e criação de mais de 1.050 cargos comissionados. Ele também não pagou a primeira parcela das progressões dos servidores da saúde. São mais de 3.100 servidores que aguardam esse pagamento desde 2019.

Criação de cargos

A criação de cargos comissionados tem sido bastante criticada pela população. Pois Denarium se elegeu com a promessa de reduzir gastos e enxugar folha de pagamento do governo. Ele disse até que reduziria o número de secretarias de 37 para 9 mais a Casa Civil. Contudo, o governador criou mais cinco órgãos e novos cargos comissionados.

1.161 novos comissionados

O número de cargos comissionados chegam a 1.161. Ao contrário do que o governador prometeu, os gastos com pessoal só aumentou. Os gastos com todos os novos servidores se aproximam dos R$ 50 milhões anuais. Em uma conta rápida, a redação constatou que em outubro desse ano, ao anunciar o pagamento dos servidores, o governo afirmou que o Estado tinha 23 mil servidores e a folha de pagamento totalizava R$ 166 milhões. Em contrapartida, neste mês de dezembro, o governo divulgou o pagamento para hoje (23) e o número de servidores já é de mais de 25 mil e a folha de pagamento já passou de R$ 182 milhões. Ou seja, em dois meses o governo tece um aumento de 2 mil servidores, que refletiu em R$ 16 milhões a mais na folha de pagamento. Isso sem contar com os 1.161 cargos.

Complacência

O governador conta com a total complacência dos deputados estaduais. Até o momento, somente Jorge Everton e Jeferson Alves criticaram a criação desenfreada de cargos comissionados. Jeferson Alves, por exemplo, citou as vésperas de ano eleitoral. Ele disse que comissionados são pressionados a trabalhar na campanha. Por outro lado, Jorge Everton insistiu para que o governo chame os aprovados no concurso da PMRR. Ele ainda sugeriu a obstrução das pautas na ALE-RR até que o governador cumpra com a promessa de convocar os novos policiais.

Reajuste

Apesar de todo o gasto de Denarium com contratação de comissionados, ele diz que não convoca os aprovados nos concursos da PM e da Polícia Penal por falta de dinheiro. Do mesmo modo, o chefe do executivo também não concede o reajuste anual dos servidores. Eles estão sem esse reajuste desde 2016. Mas a verdade é que Denarium nunca nem falou nesse assunto. O deputado Nilton Sindpol já bateu nessa tecla várias vezes. No entanto, o governador não atende ao pedido. Enfim, servidor não é importante para a gestão.

R$ 21 milhões para Mecias

Como todos sabem, o senador Mecias de Jesus é quem realmente comanda a Caer. Logo no início da gestão, o parlamentar agarrou a companhia com unhas e dentes. Primeiramente que a Caer é milionária. Assim, ela se torna um paraíso para o senador. Denarium tem feito muitos envios de verba extra para as secretarias e para os Poderes. Contudo, a Caer tem ficado de fora por ser uma empresa, então o governo não pode enviar dinheiro para lá. Mas, enciumado e esperto como ele é, Mecias descobriu uma nova modalidade de receber dinheiro extra e não ficar de fora da farra com o dinheiro público. Então a ideia é o governo fazer um aporte financeiro de R$ 21 milhões para a companhia. Denarium criou o Projeto de Lei e os complacentes deputados da ALE-RR aprovaram. Enfim, dinheiro tem…

5 mil caixas d’agua?

Para justificar a aplicação desses R$ 21 milhões, a Caer disse que, entre outras ações, vai construir 5 mil caixas d’agua em Boa Vista. Em uma conta rápida, significa que cada bairro da capital terá 92 caixas d’agua. Isso mesmo. 92 caixas d’agua em cada bairro de Boa Vista. Tem bairro que o número de caixa d’agua vai ser maior que o de ruas.

R$ 40 milhões para os deputados

Vale lembrar que quatro dias antes de os deputados abrirem votação para aprovar todos esses projetos do Governo, Denarium enviou um crédito extra de R$ 13 milhões para a ALE-RR. Sendo assim, de julho para cá, os deputados já receberam quase R$ 40 milhões de verba extra do governo.

Perguntas

  • Por que os deputados estão aprovando todos esses projetos do governo?
  • Por que a Caer vai construir 92 caixas d’agua em cada bairro de Boa Vista?
  • E por qual motivo Denarium criou 1.161 cargos comissionados em ano que antecede as eleições?

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x