Ministério Público Federal analisa nova denúncia relacionada à candidatura da 1ª dama ao TCE-RR

Advogado pediu que o MPF analise omissão por parte da Comissão da ALE-RR que deferiu candidatura mesmo com provas de irregularidades

Ministério Público Federal analisa nova denúncia relacionada à candidatura da 1ª dama ao TCE-RR
Ministério Público Federal em Roraima – Foto: Gabriel Cavalcante/Roraima em Tempo

Denúncia no MPF

advogado Leocádio Menezes denunciou a Comissão Especial Externa criada pela ALE-RR no Ministério Público Federal. Ele sustenta que a Comissão foi omissa diante de inúmeras denúncias de irregularidades acerca da candidatura da primeira-dama Simone Denarium ao cargo de conselheira do TCE-RR.

Realmente

A denúncia faz todo o sentido, visto que a Comissão deferiu a candidatura de Simone mesmo rodeada de documentos que comprovam que ela não tem idoneidade para o cargo. É que Simone recebeu dinheiro do Governo de forma irregular. E mesmo depois de o Governo notifica-la, ela não devolveu. Ou seja, como ela vai apurar irregularidades envolvendo o dinheiro público, se ela própria recebeu dinheiro público irregularmente?

Análise

Os deputados da comissão marcaram a análise das denúncias contra a primeira-dama para esta terça-feira (16). A análise está prevista para as 9h. Os parlamentares irão analisar 4 pedidos de impugnação, bem como uma notificação do Ministério Público do Estado. O órgão identificou que Simone cometeu mais uma irregularidade enquanto secretária de Estado no Governo do marido. É que ela estava como sócia de empresa privada ao mesmo tempo que que ocupava o cargo comissionado. E isso é proibido por lei, justamente pela moralidade no serviço público, requisito que também é exigido para o cargo de conselheiro do TCE-RR. E olha que o governador passou as empresa para o nome da esposa justamente porque ele já era consciente que a lei proíbe que ele tenha empresas em seu nome enquanto ocupar cargo público.

Enquanto isso…

Enquanto o governador foca na eleição de sua esposa para no TCE-RR, a Saúde de Roraima segue jogada às baratas. Na sexta-feira (12), por exemplo, uma gestante enviou um vídeo para esta redação para mostrar que acompanhantes é quem estão fazendo parte da limpeza na Maternidade Nossa Senhora de Nazareth. Nas imagens, uma senhora varre o chão de uma das enfermarias. Isso porque os funcionários da limpeza estão há dois meses sem receber salários e não têm mais condições de irem aio trabalho. Eles não tem mais nem pra comer, imagine para se locomover.

Fila da cirurgias eletivas

A fila das cirurgias eletivas em Roraima não acaba nem fica pouco. Pouco antes do início da campanha eleitoral do ano passado, o governador contratou uma empresa para a realização destas cirurgias. Desse modo, passou todo o processo eleitoral fazendo propaganda da redução da fila. No entanto, passada a campanha, a fila voltou a crescer e agora já são 3.490 pessoas esperando uma oportunidade de uma cirurgia em Roraima. Traduzindo: tudo voltou a ser como antes.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x