Sobre o reajuste na energia Mecias não se pronuncia, mas quando se fala em orçamento secreto…

A Aneel autorizou a Roraima Energia a aumentar a conta de luz em quase 27%. Alguém viu algum político de Roraima contestar?

Sobre o reajuste na energia Mecias não se pronuncia, mas quando se fala em orçamento secreto…
Por Sérgio Paulo!

Alguém se habilita?

A Aneel autorizou a Roraima Energia a aumentar a conta de luz em quase 27%. Pois bem. Alguém viu algum político de Roraima contestar? O governador reeleito tomou alguma medida para impedir isso? Onde estão as usinas que ele tanto fez propaganda? Onde estão os três senadores de Roraima? O que eles fizeram para que a população não fique prejudicada com esse reajuste? E o senador eleito Hiran Gonçalves? Alguém viu ele se manifestar sobre esse absurdo?  Enfim, Roraima está muito mal de representantes. Eles se movimentam bem quando se trata do orçamento secreto. Foram mais de R$ 450 milhões que vieram para Roraima e ninguém viu.

Aniversário sob lonas

Neste sábado, dia 5, a Maternidade completará 40 anos de existência. E, acredite: o Governo divulgou texto afirmando que a unidade é no cuidado de mães e recém-nascidos em Roraima. Além disso, a comemoração ocorre sob as tendas e lonas. Aquelas onde as gestantes viveram momentos de terror durante chuvas em setembro. E que funciona de forma precária desde junho de 2021. E, por fim, que já custou R$ 24 milhões aos cofres público. Três vezes o valor da reforma do prédio da maternidade.

O mistério das obras de Mecias e Jhonatan

É no mínimo curioso a quantidade de obra com verbas trazidas por Mecias e Jhonatan de Jesus que não são concluídas. São milhões e milhões que não aparecem em benefícios prometidos por eles. A Maternidade, por exemplo, funciona sob tendas e lonas e já custou R$ 24 milhões em aluguel para o Governo. Ou seja para o povo. Mas a verba, Mecias trouxe. No entanto, assim como várias outras obras, ninguém viu. Veja uma lista rápida que mostra como ficam as obras com verbas da família de Jesus.

  • Instituto de Criminalística – R$ 1,4 milhões – tem a placa, mas nunca iniciou
  • Maternidade – R$ 7 milhões – Tem mais de dois anos de obra
  • Hospital de Bonfim – R$ 3 milhões – Obra já dura 3 anos e meio e está parada
  • Asfalto da Vicinal 28 em S. J. da Baliza – R$ 18 milhões – Obra parada
  • Espaço de esporte e lazer no Parque Anauá – R$ 4 milhões – Obra já vai fazer 5 anos e está parada

Mais mistério

Outro dia um morador de São João da Baliza cobrou a obra do asfalto da vicinal 28. Mas, misteriosamente, o Governo apagou o comentário do rapaz. Ele só queria saber se ainda há possibilidade de retomar a obra. Além disso, ele também perguntou se “comeram o dinheiro” do asfalto.

Prazo

A ALE-RR aprovou na manhã desta quinta-feira (3) a prorrogação do prazo de extinção da Companhia Energética de Roraima (Cerr) por 12 meses. A companhia existe desde 2016, no entanto, só formalmente, já que não presta nenhum serviço à população e serve apenas para acumular cargos. A extinção da Cerr deveria ocorrer nos primeiros dias deste mês de novembro de acordo com a previsão da Lei 1.666.

Cabide de emprego

Aliás, vale lembrar que a última folha de pagamento publicada na Transparência em março de 2020 apontou que a Cerr tinha 282 servidores. A própria secretária de Saúde, Cecília Lorezon, recebe até hoje R$ 5,7 mil como membro do Conselho da Companhia. O Roraima em Tempo já publicou reportagem sobre o caso. Cecília já recebeu quase R$ 1 milhão como secretária da Sesau e acumulando o cargo na Cerr.

‘Cascata’

Imagens enviadas à reportagem denunciaram mais uma vez a falta de estrutura em escolas administradas pela Prefeitura do Cantá. Em um vídeo, é possível ver uma ‘cascata’ de água no meio do corredor da Escola Municipal Arnaldo Brandão no Cantá.

Lembrou

O fato da escola do Cantá lembrou o modo como o Governo de Roraima também trata as escolas O que mais intriga é o fato de que a atual gestão insiste em construir novas escolas sendo que não deu conta nem de reformar as atuais. Recentemente Antonio Dernarium apresentou um projeto aos deputados para mudar a lei que permite o governo desapropriar terrenos da prefeitura com a justificativa de que iria fazer mais unidades. E a lei? Foi aprovada, claro. Sem nenhuma surpresa até aqui.

Falando em reforma…

Por falar em reforma, o Governo do Estado vai entregar a reforma da sede do Iteraima no próximo mês, com atraso de mais de um ano. O prazo não deveria ter passado de 180 dias, conforme o próprio Governo divulgou.

Alto custo

O prédio fica localizado na Júlio Bezerra onde já funcionou o primeiro shopping de Boa Vista. Para a reforma do local, foi investido R$ 1.013.928,82 aos cofres públicos. Se existem duas coisas que o Governo entende bem são altos investimentos e atrasos em obras. Assim como o prédio do Iteraima, há diversas outras obras atrasadas e sem data prevista para conclusão. Uma delas é o Hospital Pedro Álvaro Rodrigues, em Bonfim, que teve o investimento de R$ 3,5 milhões. O governador Antonio Denarium, assinou a ordem de serviço em junho de 2019. Além de obras em vicinais que seguem sem conclusão.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x