Vereador está há quase uma semana se explicando para a população

Desde a publicação de uma matéria que ítalo Otávio tenta se explicar insistentemente; qual será a preocupação dele?

Vereador está há quase uma semana se explicando para a população
Vereador ítalo Otávio – Foto: Arquivo Pessoal

“Sonho de Ìtalo” 1

O vereador ítalo Otávio (Republicanos) está super-hiper-mega incomodado porque o Roraima em Tempo publicou matéria de opinião sobre sua atuação no meio político. Desde a publicação do texto que ele publica nota, vídeos e etc para tentar desconstruir o trabalho desta redação. E assim passar uma imagem que não é real. Como já foi escrito aqui, Ítalo, que tem o ambicioso desejo de virar vice-prefeito de Boa Vista, virou uma espécie de leva e traz do governador entre os corredores do Palácio do Governo e da Câmara Municipal. Inclusive, quando houve a greve dos cuidadores que eles utilizaram como manobra para prejudicar a imagem da prefeitura e, assim, atingir a principal e fortíssima concorrente de Denarium nas eleições: Teresa Surita.

“Sonho de Ítalo” 2

Mas, voltando a falar do sonho de Ítalo… ele se presta a esse papel porque quer contar com o apoio de Denarium nas eleições de 2024, a qual ele pretende concorrer como vice. Além disso, o governador é aliado político do senador Mecias de Jesus, presidente do partido Republicano, ao qual Ítalo é filiado. Agora acontece que, Ítalo parece que não sabe como Denarium age com políticos e promessas. Então vamos contar: em 2018, conforme fontes, Denarium fechou acordo com o pastor Isamar. Em troca do apoio do líder religioso, ele o apoiaria como candidato a prefeito em 2020. Dessa forma, o pastor trabalhou fervorosamente para eleger Denarium. Contudo, dois anos depois, o governador apoiou Shéridan na campanha para a prefeitura. E Isamar ficou de lado. Por fim, neste ano, virou concorrente de Denarium ao governo. É, Ítalo…. vai confiando…

Festival de nomeações

Quem abre o Diário Oficial do Governo testemunha um verdadeiro show de nomeações. Além disso, há mudança os valores dos cargos. Bem como transferências. Cargo para a Secidades, para a Agricultura, para a Segad. E assim Denarium vai fazendo seu “curral eleitoral”. São mais de 1.500 cargos comissionados. Para quem já esqueceu, são aqueles que os deputados aprovaram em dezembro. E vale ressaltar que a maioria desses cargos estão indo para as secretarias comandadas por aliados políticos do governador.

Faz sentido

A Segad, que tem recebido esses cargos é comandada pelo indicado de Hiran Gonçalves. Além disso, també é lá que seu filho está nomeado com o salário de R$ 16 mil. Já a Secidades, quem controlada é o próprio governador. Bolinha é o nome do secretário. Ele é cabo eleitoral de Denarium no Sul do Estado. E, aparentemente, faz papel de figura decorativa na secretaria. Outra secretaria que recebe bastabtes desses comissionados é a de agricultura. E quem comanda as coisas por lá é Aluizio Nascimento. Ele será candidato a deputado federal. E é, e sempre foi forte aliado de Denarium. Ele, inclusive, sempre foi uma espécie de vice-governador. Sempre atuou nas tomadas de decisões de Denarium. Principalmente com relação ao agronegócio.

Dinheirinho… muito dinheiro

O Ministério Público de Contas do Estado (MPC) recebeu R$ 4 milhões de excesso de arrecadação do governo. O órgão, cheio de comissionados que ganham R$ 12 mil, R$ 9 mil, R$ 7 mil e etc, já é sustentado pelo governo. O dinheiro para isso é contabilizado todo ano na LOA. E são milhões e milhões para sustentar estes altos salários, que inclusive, este ano o Denarium deu o gordo reajuste. Mas acontece que parece que o órgão, que tem como única função fiscalizar, não está fazendo seu trabalho. Basta ver a quantidade de recursos na Saúde, assim como na Educação e em seguida olha para a qualidade desses serviços em Roraima. O MPC não está fiscalizando as contas dessas secretarias? E para onde está indo esses milhões extras por excesso de arrecadação? E olha que recentemente o governador já havia mandado outros milhões para este órgão.

Fiscalização?

A justificativa do governo para enviar esses R$ milhões extras para o MPC é de investimento para fiscalização e controle externo. Ou seja, são R$ 4 milhões para o órgão fazer aquilo que ele já tem garantido na LOA para fazer. Inclusive, é só por isso que o MPC existe: fiscalizar e auditar. E vale lembrar que em março desse ano, o governador já havia autorizado crédito suplementar de R$ 2,3 milhões para o MPC investir no fundo de modernização. Enfim, dinheiro tem. Mas auditoria e fiscalização…

Perguntas:

  • Por que o MPC não enxerga o dinheiro do Estado que não chega à população? Os R$ 2 bi que Denarium disse ter em caixa, por exemplo.
  • Porque ítalo Otávio fica tão afetado com críticas? Ele ainda não entendeu que é um representante da população passível de críticas?
  • Cadê o Ministério Público também? Será que já investigou a ligação de um certo diretor da Codesaima com o primeiro escalão do MPRR?

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x