Reforma da única maternidade de Roraima já custou mais de R$ 90 milhões aos cofres públicos

Sesau já gastou R$ 38 milhões só com o aluguel de tendas e lonas para abrigar as pacientes até a conclusão da obra

Reforma da única maternidade de Roraima já custou mais de R$ 90 milhões aos cofres públicos
Reforma da maternidade – Foto: Divulgação/MPRR

Um levantamento realizado pela reportagem do Roraima em Tempo verificou que a reforma do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth já custou cerca de R$ 91,3 milhões aos cofres públicos. Entenda abaixo.

No dia 5 de junho de 2021, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) transferiu as pacientes do prédio da maternidade para uma estrutura provisória no bairro 13 de Setembro, para dar início à reforma geral da unidade. A princípio, o aluguel do espaço custou R$ 10 milhões. Contudo, houve um aumento de 18% no valor e a pasta passou a pagar quase R$ 12 milhões.

À época, o governador Antonio Denarium (PP) afirmou que a mudança duraria apenas cinco meses, contudo, passados dois anos, a obra ainda não foi concluída. Por isso, o aluguel precisou ser renovado, com o valor ajustado. Em 2022, o Estado passou a pagar R$ 13 milhões. No mês de agosto deste ano, a Sesau renovou o contrato novamente por mais 12 meses, e manteve o pagamento à empresa responsável em R$ 13 milhões. Assim, o montante chegou a R$ 38 milhões.

Emendas perdidas

Entre 2020 e 2021, o senador Mecias de Jesus (Republicanos) e o deputado federal Nicoletti (União) destinaram à reforma da maternidade quatro emendas que, juntas, somam cerca de R$ 17 milhões. No entanto, elas foram perdidas, pois a Secretaria de Saúde não cumpriu o prazo para liquidar a verba. Por isso, o Governo do Estado precisou utilizar os próprios recursos para concluir a obra.

Então, em julho deste ano, Denarium pediu à Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) a autorização para abertura de crédito especial no valor de R$ 15 milhões. Sob críticas, os deputados aprovaram a medida logo no dia seguinte.

Retomada da reforma

No mesmo mês, a Sesau publicou uma dispensa de licitação para a retomada da reforma. De acordo com a publicação, a obra agora irá custar R$ 38,3 milhões. Apenas R$ 300 mil a mais do que todo o custo do aluguel das tendas e lonas no bairro 13 de Setembro.

Fonte: Da Redação

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x