Após pressão, Denarium decide pagar 13º dos seletivados

Inicialmente governo afirmou que os servidores não tinham direito e assim deixou; depois aprovou uma emenda às pressas na ALE

Após pressão, Denarium decide pagar 13º dos seletivados
Govenador Antonio Denarium – Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) aprovou na tarde dessa segunda-feira (27), uma proposta apresentada pelo governo do estado. A Proposta de Emenda à Constituição Estadual fez com o que o governo pagasse o 13º salário aos servidores seletivados.

Após muitas reclamações dos servidores temporários, principalmente da saúde e da educação, o governador Antonio Denarium (PP) decidiu pagar a parcela do décimo.

As reclamações nas redes sociais aumentaram, após um vídeo divulgado pela ex-prefeita Teresa Surita (MDB), principal concorrente de Denarium nas eleições deste ano. No vídeo, ela mostra que é possível pagar o 13º salário, bem como as férias e demais direitos, os quais estavam sendo negados a esses profissionais.

Reajuste

Servidores do quadro temporário reclamam ainda de não terem recebido o reajuste de 11% nos salários. Uma vez que o governador havia prometido que a medida se aplicaria para todos os servidores públicos.

O reajuste salarial não era concedido desde 2015. E no início desse ano o governo concedeu com 11% de acréscimo. Por outro lado, os servidores da educação não aprovaram a procentagem.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinter), as perdas salariais dos profissionais da educação chegavam a 40%.

Após muita pressão e protestos e ameaças de paralisação, o governador decidiu aumentar o reajuste da educação. Ele adequou o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) em 10%, que somados aos 11% de reajuste, garantiu 21% para os profissionais da educação, ainda abaixo do esperado pelo Sindicato.

Fonte: Da Redação

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x